Critério para a diferenciabilidade

Ana Moura Santos / IEEE-IST Student Branch / março 2013

Neste módulo, estabelece-se um critério para a diferenciabilidade duma função: a função tem que ser continuamente diferenciável, ou seja, com derivadas parciais de primeira ordem contínuas (também se diz, que a função tem de ser de classe \(C^1\)).